EM 2 RODAS_004.png

Janaúba em Duas Rodas

Janaúba em Duas Rodas

exposição virtual

exposição virtual

O casal do Viagem Kombinada, Cristiano Cazarotto e Sandra Doyama são fotógrafos e nômades digitais e há quase 3 anos estão viajando, conhecendo e divulgando o norte de Minas Gerais em uma Kombi chamada Beatriz. 

 

Com uma bagagem de muitas viagens pelo Brasil e pelo mundo, eles enxergam e valorizam muitas riquezas que passam despercebidas por aqueles que consideram que vivem uma rotina comum.

 

Seu trabalho na estrada consiste em divulgar a cultura e os atrativos dos locais por onde eles passam. Com 13 Guias Digitais Interativos já publicados, chegam agora a Janaúba.

 

Em Janaúba, eles se surpreenderam com o diferencial que é a imensa quantidade de bicicletas e motocicletas circulando pela cidade. E outro diferencial que chama a atenção é a quantidade considerável de mulheres pilotando as suas motos, permitindo a elas conquistar mais independência e autonomia para encarar o dia-a-dia na cidade.

 

E o olhar destes dois fotógrafos sobre esta peculiaridade de Janaúba está retratado na Exposição Fotográfica: “Janaúba em Duas Rodas: da bicicleta à motocicleta, passando pelo empoderamento feminino através da moto”. 

 

Assim eles mostram a relação dos Janaubenses com estes veículos em duas rodas e os seus diferentes usos conforme a necessidade de cada um: seja para transporte, trabalho ou lazer. 

 

E apesar de ser uma exposição fotográfica, a preocupação com a inclusão social não foi deixada para trás. Todas as fotos possuem um “descritivo para cego ver”, onde é feita uma descrição literal de cada imagem. Se conhece algum deficiente visual, não deixe de avisar sobre esta exposição.

 

Venha conhecer o olhar deste casal sobre esse mundo que gira em duas rodas na cidade de Janaúba.

 

A exposição física, com as fotografias impressas ocorreu nos  dias 17 e 18 de dezembro  de 2020 das 9:00 às 21:00 horas, na Praça do BNB, em Janaúba. 

 

Realização:  Lei Federal nº14.017/2020 (Lei Aldir Blanc) 

Descrição para cego ver:

A foto é de uma obra de arte que está em uma parede em um tom de verde. Nela vemos uma bicicleta branca carregando dois cestos com plantas de folhas roxas, sendo um cesto na frente da bicicleta e outro na garupa. O corpo da bicicleta é pintado, mas as rodas e os vasos de plantas são reais

BICICLETA ARTÍSTICA

A bicicleta retratada em forma de arte. Misturando a pintura na parede com elementos reais como as rodas da bicicleta e os vasos de planta, esta arte simboliza um dos elementos mais 

presentes no dia-a-dia dos Janaubenses. Esta obra está na Biblioteca Pública - Espaço Cultural Central do Brasil.

Fotografia :  Cristiano Cazarotto

A foto é de uma obra de arte que está em uma parede em um tom de verde. Nela vemos uma bicicleta branca carregando dois cestos com plantas de folhas roxas, sendo um cesto na frente da bicicleta e outro na garupa. O corpo da bicicleta é pintado, mas as rodas e os vasos de plantas são reais.

Descrição para cego ver:

A foto é de uma obra de arte que está em uma parede em um tom de verde. Nela vemos uma bicicleta branca carregando dois cestos com plantas de folhas roxas, sendo um cesto na frente da bicicleta e outro na garupa. O corpo da bicicleta é pintado, mas as rodas e os vasos de plantas são reais

A imagem é de um homem em uma bicicleta passando por uma rua de paralelepípedos, vestindo a camisa amarela nº 10 da seleção brasileira com o nome do “Neymar Jr” estampada nas costas. Ele transporta sacolas no guidão da bicicleta, onde é possível ver que em uma delas está cheia de pequi dentro.

TRÊS PAIXÕES

Três Paixões em uma 

mesma imagem.

 

Paixão dos brasileiros: 

O Futebol

Paixão dos norte-mineiros: 

O Pequi (na sacola)

Paixão dos Janaubenses: 

A Bicicleta

Fotografia:  Sandra Doyama

Descrição para cego ver:

A imagem é de um homem em uma bicicleta passando por uma rua de paralelepípedos, vestindo a camisa amarela nº 10 da seleção brasileira com o nome do “Neymar Jr” estampada nas costas. Ele transporta sacolas no guidão da bicicleta, onde é possível ver que em uma delas está cheia de pequi dentro.

BRASILEIRINHA

E por falar em paixões dos brasileiros, uma bicicleta que representa a categoria dos apaixonados pelo Brasil!

 

Bem conservada, percebe-se o capricho nos detalhes dos pedais, do banco e do quadro da bicicleta em amarelo-ouro e pára-choques verde-bandeira. Brasil-il-il!!!...

Fotografia :  Sandra Doyama

Debaixo da sombra de uma árvore no centro da cidade, há uma bela bicicleta estacionada, cuja pintura é em verde e amarelo. A bicicleta também tem um cesto e retrovisores. Percebe-se a passagem de um carro no canto da foto e das pernas de algumas pessoas passando ao fundo.

Descrição para cego ver:

Debaixo da sombra de uma árvore no centro da cidade, há uma bela bicicleta estacionada, cuja pintura é em verde e amarelo. A bicicleta também tem um cesto e retrovisores. Percebe-se a passagem de um carro no canto da foto e das pernas de algumas pessoas passando ao fundo.

Há uma bicicleta verde claro com um cesto na frente estacionada ao lado do meio fio da calçada. Ao fundo, dois  muros mostram texturas rústicas: um é chapiscado com molduras lisas e o outro tem blocos aparentes e um reboco não finalizado . À direita aparece um pedaço do portão enferrujado

PARTE FAMÍLIA

Há décadas que a bicicleta faz parte de grande parte das famílias Janaubenses e é muito comum vê-las circulando pela cidade.

 

É um meio de transporte que facilita o deslocamento, serve para carregar as compras, para levar os filhos para escola, ou para ir ao trabalho.

Fotografia:  Sandra Doyama

Descrição para cego ver:

Debaixo da sombra de uma árvore no centro da cidade, há uma bela bicicleta estacionada, cuja pintura é em verde e amarelo. A bicicleta também tem um cesto e retrovisores. Percebe-se a passagem de um carro no canto da foto e das pernas de algumas pessoas passando ao fundo.

OUTROS ACESSÓRIOS

Outro componente que também faz parte da rotina dos Janaubenses é o guarda-chuva.

 

É um acessório muito usado tanto no período chuvoso como para se proteger do sol escaldante que predomina em boa parte do ano.

E outro acessório fundamental nos dias de hoje é o uso da máscara de proteção.

Fotografia :  Cristiano Cazarotto

Outro componente que também faz parte da rotina dos Janaubenses é o guarda-chuva. É um acessório muito usado tanto no período chuvoso como para se proteger do sol escaldante que predomina em boa parte do ano. E outro acessório fundamental nos dias de hoje é o uso da máscara de proteção.

Descrição para cego ver:

O registro é de uma ciclista em movimento. Há várias cores combinando: os tons de azul aparecem no guarda-chuva que a mulher carrega, na máscara de proteção, no short e na bicicleta. A blusa dela tem a cor cinza como a do asfalto e o rosa que está presente nos produtos da loja ao fundo.

Em um enquadramento mais fechado, o foco fica nos detalhes de uma ciclista que está a caminho do trabalho. Há o detalhe da sua bolsa em couro no guidão da bicicleta, do seu relógio dourado, além dos detalhes bordados na sua calça jeans.

A CAMINHO DO TRABALHO

Usar a bicicleta para ir à escola ou ao trabalho é uma forma econômica, não poluente, que não te prende no trânsito, além de fazer bem à saúde!

 

Com tantas vantagens assim, a cada dia, mais pessoas que vivem em grandes centros urbanos têm adotado a bicicleta como um meio de locomoção.

Fotografia:  Sandra Doyama

Descrição para cego ver:

Em um enquadramento mais fechado, o foco fica nos detalhes de uma ciclista que está a caminho do trabalho. Há o detalhe da sua bolsa em couro no guidão da bicicleta, do seu relógio dourado, além dos detalhes bordados na sua calça jeans.

VEÍCULO DE TRABALHO

Assim como alguns tem um carro dedicado ao serviço da empresa, alguns também usam a bicicleta como um veículo de trabalho.

 

O dono desta transporta a sua caixa de engraxate pelas ruas da cidade para atender a sua clientela.

Fotografia :  Cristiano Cazarotto

Estacionada na guia da calçada e em frente a dois estabelecimentos localizados na Avenida do Comércio está uma bicicleta antiga. Parte da pintura está descascada e há uma caixa de engraxate em madeira na sua garupa.

Descrição para cego ver:

Estacionada na guia da calçada e em frente a dois estabelecimentos localizados na Avenida do Comércio está uma bicicleta antiga. Parte da pintura está descascada e há uma caixa de engraxate em madeira na sua garupa.

Do lado de fora do Mercado Municipal, um senhor está em pé ao lado da sua bicicleta com dois grandes volumes no suporte da frente. Ele usa um chapéu de couro e máscara de proteção. No lado esquerdo há uma charrete puxada por um cavalo na calçada e algumas motos estacionadas na rua.

VEÍCULO DE CARGA

Algumas bicicletas já são preparadas para o transporte de cargas.

 

Com um suporte largo na parte dianteira e um descanso que a deixa no prumo, esses acessórios permitem a acomodação de volumes maiores.

 

E grandes volumes não faltam nesta bicicleta.

Fotografia:  Sandra Doyama

Descrição para cego ver:

Do lado de fora do Mercado Municipal, um senhor está em pé ao lado da sua bicicleta com dois grandes volumes no suporte da frente. Ele usa um chapéu de couro e máscara de proteção. No lado esquerdo há uma charrete puxada por um cavalo na calçada e algumas motos estacionadas na rua.

GUERREIRAS

Mesmo não sendo uma bicicleta cargueira, esta aqui, assim como a sua dona, é uma guerreira!

 

Elas enfrentam o desafio de todo o sábado de manhã voltar carregadas de compras do Mercado Municipal, atravessar a cidade e vender as verduras em uma banca em outro bairro.

Fotografia :  Sandra Doyama

Uma mulher sai do Mercado Municipal pedalando a sua bicicleta carregada de verduras, tanto na cestinha na frente da bicicleta, como em uma caixa plástica amarrada na garupa. Ao fundo está o Mercado Municipal e várias outras bicicletas estacionadas do lado de fora

Descrição para cego ver:

Uma mulher sai do Mercado Municipal pedalando a sua bicicleta carregada de verduras, tanto na cestinha na frente da bicicleta, como em uma caixa plástica amarrada na garupa. Ao fundo está o Mercado Municipal e várias outras bicicletas estacionadas do lado de fora.

 Pela avenida passam dois rapazes e três bicicletas. Um dos rapazes conduz uma outra bicicleta além da sua. O banco da bicicleta que está sendo levada está envolvida em um saco plástico, o que pode indicar que eles a estejam levando para o conserto.

CHAME O GUINCHO

Outra vantagem de se ter uma bicicleta é que são leves e de fácil condução.

 

Em caso de problemas mecânicos ou de manutenção, estas são facilmente “guinchadas” até mesmo por alguém em outra bicicleta.

Fotografia:  Cristiano Cazarotto

Descrição para cego ver:

Pela avenida passam dois rapazes e três bicicletas. Um dos rapazes conduz uma outra bicicleta além da sua. O banco da bicicleta que está sendo levada está envolvida em um saco plástico, o que pode indicar que eles a estejam levando para o conserto.

PONTO COMERCIAL

Dentre vários usos já descritos, também é possível encontrar quem faça da sua bicicleta um pequeno ponto comercial, seja para vender biscoitos e bolo com café, ou até mesmo mudas de planta.

 

E de brinde, você ainda pode ganhar um simpático sorriso

Fotografia :  Sandra Doyama

Um simpático senhor sorri e tem na garupa da sua bicicleta, uma caixa plástica cheia de mudas. Nesta caixa há um papelão com a descrição: “Vende-se muda de ninho, muda de cajá e alecrim, muda de laranja, muda de jaca e muda acerola, muda de pimenta malagueta”.

Descrição para cego ver:

Um simpático senhor sorri e tem na garupa da sua bicicleta, uma caixa plástica cheia de mudas. Nesta caixa há um papelão com a descrição: “Vende-se muda de ninho, muda de cajá e alecrim, muda de laranja, muda de jaca e muda acerola, muda de pimenta malagueta”.

Uma bicicleta passa pela ciclofaixa da Av. do Comércio carregando uma caixa de som. A bicicleta tem um pequeno toldo para proteger o condutor do sol. Do lado direito há bicicletas estacionadas e do lado esquerdo, motos e carros estacionados cada qual no seu espaço.

BICICLETA FALANTE

Anúncios em veículos equipados com alto-falantes são muito comuns na cidade.

 

Tem carros, motos e até bicicletas.

 

Esta, que esta em pleno trabalho, passava pela Avenida do Comércio.

 

Então fique atento(a) e não perca as novidades!

Fotografia:  Cristiano Cazarotto

Descrição para cego ver:

Uma bicicleta passa pela ciclofaixa da Av. do Comércio carregando uma caixa de som. A bicicleta tem um pequeno toldo para proteger o condutor do sol. Do lado direito há bicicletas estacionadas e do lado esquerdo, motos e carros estacionados cada qual no seu espaço.

COMÉRCIO DE BICICLETAS

Em uma cidade com tantas bicicletas, o que não faltam são as lojas voltadas para o setor. Nelas há várias opções de modelos, cores e acessórios. Se precisar, basta pesquisar e escolher a que melhor atende às suas necessidades.

Fotografia :  Cristiano Cazarotto

Em frente a uma loja de bicicletas estão expostas na calçada, vários tipos de bicicletas dispostas uma ao lado da outra. Tem bicicleta azul, vermelha, lilás, rosa e branca. No final também tem uma bicicleta com uma cadeirinha cinza com encosto para o transporte de criança.

Descrição para cego ver:

Em frente a uma loja de bicicletas estão expostas na calçada, vários tipos de bicicletas dispostas uma ao lado da outra. Tem bicicleta azul, vermelha, lilás, rosa e branca. No final também tem uma bicicleta com uma cadeirinha cinza com encosto para o transporte de criança.

Uma bicicleta passa pela ciclofaixa da Av. do Comércio carregando uma caixa de som. A bicicleta tem um pequeno toldo para proteger o condutor do sol. Do lado direito há bicicletas estacionadas e do lado esquerdo, motos e carros estacionados cada qual no seu espaço.

BICICLETA FALANTE

Anúncios em veículos equipados com alto-falantes são muito comuns na cidade.

 

Tem carros, motos e até bicicletas.

 

Esta, que esta em pleno trabalho, passava pela Avenida do Comércio.

 

Então fique atento(a) e não perca as novidades!

Fotografia:  Cristiano Lorenzoni Cazarotto

Uma loja tem quatro bicicletas expostas na calçada e outras quatro penduradas na parede da fachada. Bem na frente da loja há uma placa preta escrita em branco com os preços da promoção... do açougue! A promoção é para a carne de porco, lombo de porco, pira e linguiça.

PROMOÇÕES

Em outra loja de bicicletas, uma curiosa promoção chama a atenção.

 

A explicação é que em um prédio na esquina, a loja de bicicletas ocupa um dos lados e um açougue o outro.

 

Porém a localização da placa do açougue gerou esta situação inusitada. Vai um churrasquinho aí?

Fotografia:  Sandra Doyama

Descrição para cego ver:

Uma loja tem quatro bicicletas expostas na calçada e outras quatro penduradas na parede da fachada. Bem na frente da loja há uma placa preta escrita em branco com os preços da promoção... do açougue! A promoção é para a carne de porco, lombo de porco, pira e linguiça.

FILAS

Uma cena curiosa causada pela quantidade de bicicletas na cidade.

 

Em uma mesma calçada, uma fila de pessoas e outra de bicicletas, ao lado de uma ciclofaixa.

Fotografia :  Sandra Doyama

 Uma fila de pessoas sai de um estabelecimento e avança ao longo da calçada. Encostadas na mesma calçada há várias bicicletas estacionadas em fila, gerando esta cena curiosa. Ao fundo, uma placa presa no poste tem o desenho de um ciclista, o que indica que ali tem uma ciclofaixa.

Descrição para cego ver:

Uma fila de pessoas sai de um estabelecimento e avança ao longo da calçada. Encostadas na mesma calçada há várias bicicletas estacionadas em fila, gerando esta cena curiosa. Ao fundo, uma placa presa no poste tem o desenho de um ciclista, o que indica que ali tem uma ciclofaixa.

Em um ângulo visto mais de baixo avista-se à direita uma estrutura metálica em semi-arcos para o estacionamento de bicicletas. Na frente, a roda da primeira bicicleta emoldura as outras rodas das bicicletas mostrando vários círculos e aros alinhados.

CICLO ESTACIONAMENTO

As bicicletas são tão presentes na cidade que existem vários pontos de estacionamento dedicados à elas.

 

São estruturas metálicas que permitem deixar a bicicleta em segurança enquanto estão ausentes.

Fotografia:  Sandra Doyama

Descrição para cego ver:

Em um ângulo visto mais de baixo avista-se à direita uma estrutura metálica em semi-arcos para o estacionamento de bicicletas. Na frente, a roda da primeira bicicleta emoldura as outras rodas das bicicletas mostrando vários círculos e aros alinhados.

DESCONSTRUINDO

Mostrando um pouco do mundo que envolve as bicicletas.

 

Estas são as peças que compõem a mecânica da bicicleta. 

Fotografia : Sandra Doyama

Em uma oficina de bicicletas há uma bancada forrada com papel e papelão. Nela estão expostas de forma bem organizada, as várias peças que compõem a mecânica da bicicleta. São peças metálicas na maioria na cor preta e com detalhes cromados.

Descrição para cego ver:

Em uma oficina de bicicletas há uma bancada forrada com papel e papelão. Nela estão expostas de forma bem organizada, as várias peças que compõem a mecânica da bicicleta. São peças metálicas na maioria na cor preta e com detalhes cromados.

EM 2 RODAS_018.png

OFICINA MECÂNICA

Para manter as bicicletas em dia, os cuidados com os consertos e manutenções é fundamental.

Fotografia:  Sandra  Doyama

Descrição para cego ver:

No primeiro plano, suspenso em um suporte metálico, está o quadro de uma bicicleta branca com detalhes em preto e rosa. Na parede cinza e branca ao fundo, há uma bancada encostada na parede, um painel com ferramentas acima da bancada, uma prancheta e um calendário.

O MECÂNICO

Nada como contar com quem entende do assunto para cuidar das nossas bicicletas.

Fotografia : Sandra Doyama

Um mecânico faz a manutenção da bicicleta. Ele é moreno, veste uma calça branca, blusa vermelha com detalhes em preto e, em tempo de pandemia, uma máscara de proteção na cor preta.

Descrição para cego ver:

O ciclista está em uma trilha. Da esquerda até o meio da foto avista-se em um plano mais baixo, os pneus da bicicleta, a perna, o pé apoiado no pedal e um pouco de barro na bicicleta e na sola do sapato. O foco está no pé e no pedal. O restante aparece um pouco desfocado.

O ciclista está em uma trilha. Da esquerda até o meio da foto avista-se em um plano mais baixo, os pneus da bicicleta, a perna, o pé apoiado no pedal e um pouco de barro na bicicleta e na sola do sapato. O foco está no pé e no pedal. O restante aparece um pouco desfocado.

MOMENTOS DE LAZER

Assim como muitos veículos são usados para diversas funções, a bicicleta também tem o seu lado voltado para os momentos de lazer.

 

A bicicleta também é usada para passeios pela cidade, para fazer trilhas, alguns até arriscam manobras radicais e outros viajam pedalando mundo afora.

Fotografia:  Cristiano Cazarotto

Descrição para cego ver:

O ciclista está em uma trilha. Da esquerda até o meio da foto avista-se em um plano mais baixo, os pneus da bicicleta, a perna, o pé apoiado no pedal e um pouco de barro na bicicleta e na sola do sapato. O foco está no pé e no pedal. O restante aparece um pouco desfocado.

PELAS TRILHAS

Em Janaúba, além dos ciclistas urbanos, também há muitos ciclistas que adoram encarar as trilhas da região.

 

Muitos grupos costumam pedalar nos fins de semana em meio a natureza e por belas paisagens como esta.

Fotografia : Sandra Doyama

 Um ciclista enfrenta uma subida por uma trilha de terra. Dos dois lados da trilha predomina uma vegetação que forma um maciço muito verde e carregado de flores em forma de pompons brancos e bege. Esse detalhe da floração dá um encanto a mais pelo caminho.

Descrição para cego ver:

Um ciclista enfrenta uma subida por uma trilha de terra. Dos dois lados da trilha predomina uma vegetação que forma um maciço muito verde e carregado de flores em forma de pompons brancos e bege. Esse detalhe da floração dá um encanto a mais pelo caminho.

Descendo por uma trilha em curva leve e com muito verde em volta, o ciclista passa por uma poça d’água em velocidade, espirrando lama para os lados. A inclinação da foto acompanha a curva da trilha. No pneu da frente há lama e no rosto do ciclista um sorriso.

ALMA LAVADA

Fazer uma trilha é muito mais que passear pela área rural.

 

Geralmente significa encarar os desafios, superar os obstáculos e às vezes, superar os seus próprios limites.

 

Por isso muitos que terminam uma trilha se sentem “com a alma lavada” e mais preparados para encarar os desafios da vida.

Fotografia:  Sandra  Doyama

Descrição para cego ver:

Descendo por uma trilha em curva leve e com muito verde em volta, o ciclista passa por uma poça d’água em velocidade, espirrando lama para os lados. A inclinação da foto acompanha a curva da trilha. No pneu da frente há lama e no rosto do ciclista um sorriso.

SUAVE NA NAVE

Basta olhar para a bicicleta e perceber o carinho do dono com ela.

 

Pintura bem conservada, banco estiloso, adesivos e detalhes como a frase que se lê na bicicleta: “Suave na Nave”.

Fotografia : Sandra Doyama

Uma bicicleta cargueira azul está estacionada ao lado da calçada. O dono bate um papo tranquilo com o amigo mais ao fundo à direita. Eles estão sentados no degrau de uma porta metálica fechada. À esquerda, o tronco de uma árvore e ao fundo as paredes são cinza e vermelha.

Descrição para cego ver:

Uma bicicleta cargueira azul está estacionada ao lado da calçada. O dono bate um papo tranquilo com o amigo mais ao fundo à direita. Eles estão sentados no degrau de uma porta metálica fechada. À esquerda, o tronco de uma árvore e ao fundo as paredes são cinza e vermelha.

Encostada em uma parede verde bem clara está uma bicicleta vermelha personalizada. Por ser mais rebaixada, com o guidão inclinado e os pedais mais à frente, a posição de quem a pedala é diferente das demais. O pneu traseiro é bem estiloso e mais largo que o da frente.

ESTILO

Tem apaixonados por bicicleta que não se contentam em simplesmente ter uma bicicleta e por isso, resolvem fazer a sua própria bicicleta.

 

Totalmente personalizada, elas costumam chamar a atenção por onde passam.

Fotografia:  Cristiano Cazarotto

Descrição para cego ver:

Em frente de uma parede verde bem clara está uma bicicleta vermelha personalizada. Por ser mais rebaixada, com o guidão inclinado e os pedais mais à frente, a posição de quem a pedala é diferente das demais. O pneu traseiro é bem estiloso e mais largo que o da frente.

PASSANDO A MENSAGEM

Se foi intencional ou sem querer não sabemos.

 

Mas estas bicicletas foram estacionadas de forma que deixaram a mensagem livre de interferências para quem a quisesse ler e refletir sobre ela.

Fotografia : Sandra Doyama

 Em um grande muro branco há duas bicicletas com cestinhos encostadas no muro e à esquerda da imagem: uma é preta e a outra vermelha. O destaque é a frase pintada em amarelo ocupando o espaço da altura do muro: “Não falta Amor, falta Amar.” Assinado por M.P.

Descrição para cego ver:

Em um grande muro branco há duas bicicletas com cestinhos encostadas no muro e à esquerda da imagem: uma é preta e a outra vermelha. O destaque é a frase pintada em amarelo ocupando o espaço da altura do muro:

“Não falta Amor, falta Amar.” Assinado por M.P.

Um motociclista passando pela rua está focado na imagem. O fundo desfocado e borrado dá a sensação de foto em movimento. A moto e a camiseta do rapaz são vermelhas. Ele veste uma bermuda jeans, um boné marrom e um capacete branco por cima do boné

NOVO CENÁRIO

A motocicleta é outro veículo de duas rodas que vem ganhando a cada ano mais espaço nas ruas de Janaúba.

Fotografia:  Cristiano Cazarotto

Descrição para cego ver:

Um motociclista passando pela rua está focado na imagem. O fundo desfocado e borrado dá a sensação de foto em movimento. A moto e a camiseta do rapaz são vermelhas. Ele veste uma bermuda jeans, um boné marrom e um capacete branco por cima do boné.

AVENIDA DO COMÉRCIO

As bicicletas e motocicletas estão tão presentes em Janaúba que a Av. do Comércio precisou ser organizada de forma que permitisse a circulação de todos por ali.

 

Na mesma via há espaço para a circulação e estacionamento de carros, motos e bicicletas.

Fotografia : Sandra Doyama

À esquerda está a ciclofaixa da Avenida do Comércio com algumas bicicletas estacionadas ao fundo. À direita há muitas motos estacionadas. O alinhamento da imagem está no nível das lanternas traseiras, dando destaque ao predomínio da cor vermelha na foto.

Descrição para cego ver:

À esquerda está a ciclofaixa da Avenida do Comércio com algumas bicicletas estacionadas ao fundo. À direita há muitas motos estacionadas. O alinhamento da imagem está no nível das lanternas traseiras, dando destaque ao predomínio da cor vermelha na foto.

Outra imagem da Av. do Comércio, mas desta vez as motos estão estacionadas à esquerda e a ciclofaixa está à direita. As motos estão inclinadas no mesmo sentido e desta vez aparecem os faróis dianteiros e a parte de trás dos retrovisores.

EXCLUSIVIDADE

Há alguns estacionamentos dedicados às motos pela cidade, como na Av. do Comércio e em estacionamentos dos supermercados.

 

Há momentos em que não há vagas suficientes e outros espaços acabam sendo ocupados pelas motos.

Fotografia:  Cristiano Cazarotto

Descrição para cego ver:

Imagem da Av. do Comércio, mas desta vez as motos estão estacionadas à esquerda e a ciclofaixa está à direita. As motos estão inclinadas no mesmo sentido e desta vez aparecem os faróis dianteiros e a parte de trás dos retrovisores.

VITRINE A CÉU ABERTO

Tem hora que há tanta moto estacionada junto que parece uma vitrine a céu aberto.

Fotografia : Sandra Doyama

Várias motos estão estacionadas na mesma posição. Há diversos modelos, cores e elas estão tão limpas e brilhantes que parecem que estão expostas para a venda. Ao fundo à direita há carros aguardando a sua vez de seguir em frente, enquanto um ciclista atravessa a rua.

Descrição para cego ver:

Várias motos estão estacionadas na mesma posição. Há diversos modelos, cores e elas estão tão limpas e brilhantes que parecem que estão expostas para a venda. Ao fundo à direita há carros aguardando a sua vez de seguir em frente, enquanto um ciclista atravessa a rua.

Um senhor está saindo do Mercado Municipal em sua moto vermelha. No guidão esquerdo ele carrega uma sacola de feira listrada. No braço esquerdo está pendurada uma galinha marrom de cabeça para baixo e amarrada pelos pés.

CULTURA REGIONAL

Tem coisas que são tão comuns em determinados lugares, que os residentes nem o enxergam como um diferencial.

 

No norte de Minas é comum alguém passar com um frango vivo no guidão da moto ou da bicicleta.

Algo que não se vê em grandes centros e em outras regiões.

Fotografia:  Sandra Doyama

Descrição para cego ver:

Um senhor está saindo do Mercado Municipal em sua moto vermelha. No guidão esquerdo ele carrega uma sacola de feira listrada. No braço esquerdo está pendurada uma galinha marrom de cabeça para baixo e amarrada pelos pés.

CUSTOMIZAÇÃO

Geralmente carros e motos que puxam uma carretinha usam um sistema para acoplar um ao outro.

Mas o diferencial desta moto é que ela foi adaptada para ser uma moto-carreta, tudo em um conjunto único.

Percebe-se principalmente pela ausência da roda traseira da moto.

Fotografia : Sandra Doyama

Parada na rua há uma moto que foi modificada para ter uma carreta permanente. A moto não tem a roda traseira e a carreta está fixada a ela em sua extensão. A moto é branca com detalhes em vermelho e a carreta é vermelha com detalhes em branco.

Descrição para cego ver:

Parada na rua há uma moto que foi modificada para ter uma carreta permanente. A moto não tem a roda traseira e a carreta está fixada a ela em sua extensão. A moto é branca com detalhes em vermelho e a carreta é vermelha com detalhes em branco.

No primeiro plano aparece o guidão e os retrovisores de uma moto que emolduram o tuk-tuk vermelho parado na praça. A frente da moto tem um pára-brisa que também serve de apoio para o teto do tuk-tuk. O banco do motorista tem encosto e o acento, uma capa colorida.

TUK-TUK

Outra moto adaptada, mas desta vez para o transporte de passageiros. Além de charmoso, os tuk-tuks transportam até 2 passageiros, além do motorista.

Fotografia:  Sandra Doyama

Descrição para cego ver:

No primeiro plano aparece o guidão e os retrovisores de uma moto que emolduram o tuk-tuk vermelho parado na praça. A frente da moto tem um pára-brisa que também serve de apoio para o teto do tuk-tuk. O banco do motorista tem encosto e o acento, uma capa colorida.

MOTO E BATON

Em Janaúba, além da grande quantidade de bicicletas e de motos pelas ruas da cidade, outro diferencial que chama a atenção é a quantidade de mulheres pilotando as suas motos, seja para ir ao trabalho, fazer compras, levar os filhos para a escola, passear e tudo mais!

Fotografia : Sandra Doyama

Uma moto pilotada por uma moça aparece com efeito de movimento, com o fundo mais borrado. Em uma moto vermelha à direita da imagem, uma moça com longos cabelos castanhos-escuro, veste sapatilha rosa claro, calça jeans, blusa preta e um capacete branco.

Descrição para cego ver:

Uma moto pilotada por uma moça aparece com efeito de movimento, com o fundo mais borrado. Em uma moto vermelha à direita da imagem, uma moça com longos cabelos castanhos-escuro, veste sapatilha rosa claro, calça jeans, blusa preta e um capacete branco.

EM 2 RODAS_034.png

ACESSÓRIO ESSENCIAL

Além dos acessórios e da bolsa que dão charme e personalidade ao universo feminino, em Janaúba, outro acessório que faz parte do dia-a-dia das Janaubenses é o capacete.

 

É comum vê-las carregando o capacete da mesma forma que carregam as bolsas.

Fotografia: Cristiano Cazarotto

Descrição para cego ver:

Olhando de baixo para cima vê-se parte do guidão vermelho e o retrovisor. Ocupando quase que toda a imagem, uma bela moça está com as mãos no capacete branco, ajeitando o visor. Ela veste uma blusa preta, tem um relógio de pulseira branca, pulseira e colar prateado com pingente de coração.

UNIVERSO PARALELO

A motocicleta está muito associada ao universo masculino. Tanto é que, na busca por alguma figura para incluir na arte da exposição, só encontramos o homem pilotando a moto e a mulher na garupa. Mas as Janaubenses podem se orgulhar de fazer parte deste universo que é delas também.

Fotografia : Sandra Doyama

A imagem detalha a mão direita feminina segurando a manopla da moto. No dedo anelar há um anel prateado com pequenas pedrinhas brancas que juntas tem o formato de uma gota e no centro, uma pedra um pouco maior rosada. No pulso, uma corrente com um pingente em forma de coração prateado.

Descrição para cego ver:

A imagem detalha a mão direita feminina segurando a manopla da moto. No dedo anelar há um anel prateado com pequenas pedrinhas brancas que juntas tem o formato de uma gota e no centro, uma pedra um pouco maior rosada. No pulso, uma corrente com um pingente em forma de coração prateado.

Uma motociclista vista de trás, onde se vê uma parte do braço, a mão segurando a manopla da moto e no retrovisor, o reflexo do seu belo rosto que olha para a frente. O que ela vê é outra moto azul e prateada estacionada perpendicularmente à calçada da frente, à esquerda.

INSPIRAÇÃO

Ao sair da garupa e assumir o comando da sua motocicleta, as Janaubenses conquistaram mais independência e autonomia para encarar o dia-a-dia na cidade. Que elas possam inspirar mais mulheres a conquistar o seu espaço e o comando da própria vida

Fotografia: Sandra Doyama

Descrição para cego ver:

Uma motociclista vista de trás, onde se vê uma parte do braço, a mão segurando a manopla da moto e no retrovisor, o reflexo do seu belo rosto que olha para a frente. O que ela vê é outra moto azul e prateada estacionada perpendicularmente à calçada da frente, à esquerda.