Banner_01_PESNT.jpg
_MG_2233.jpg

Botumirim

No século XVI durante a  corrida dos diamantes na região, hoje conhecida como Alto Jequitinhona, na Serra do Cantagalo, que integra a Serra do Espinhaço, surgiu um pequeno vilarejo chamado de “Serrinha”.

 

Em meados do século XIX, outro Vilarejo, este chamado de  Serra de Santo Antônio do Itacambiraçu de Grão Mogol, cerca de 70km tornou-se polo mundial de extração de diamantes.

 

Esta atividade promoveu o desenvolvimento de vários outros distritos próximos, como Cristália, Itacambira e Serrinha.

 

O vilarejo de Serrinha ao longo dos anos foi crescendo e no ano de 1943 obteve o status de distrito de Grão Mogol, permanecendo assim até o ano de 1963, quando consegue a emancipação e assume o nome atual - Botumirim, que na língua nativa significa “Serra Pequena”.

 

Atualmente, é mundialmente conhecida por ser o Santuário da Rolinha do Planalto, ave rara e considerada extinta, além de ser também uma das melhores regiões do Brasil para o Turismo de Observação de Pássaros, guardando inúmeras belezas naturais, são serras, campinas, cachoeiras, trilhas para caminhadas e cavalgadas e sítios arqueológicos com pinturas rupestres. Destaque para a Cachoeira Quatro Oitavas e as pinturas rupestres no Abrigo do Bugre incrivelmente conservadas.

 

O relevo da região favorece a prática de ecoturismo, como por exemplo os esportes de aventura, trekking, montain bike e escalada.

 

 

Seja bem-vindo(a) a Botumirim!

Montanhas

Atrativos Turísticos

Image-empty-state.png

Rolinha do Planalto

Rolinha do Planalto

VK Redação

em

Botumirim

Após 75 anos sem registros de sua ocorrência, cerca de 12 indivíduos foram descobertos em 2015 e são protegidos pela Reserva Natural Rolinha-do-planalto e pelo Parque Estadual de Botumirim em Minas Gerais em mais de 35 mil hectares.

Image-empty-state.png

Travessia da Campina

Travessia da Campina

VK Redação

em

Botumirim

A campina é composta por vários “campos”, que são interrompidos por pequenos capões de mato, por carreiras de pedras ou por encostas que escondem o lado oposto.
São três os campos principais ao norte, a Campina do Maracujá, mais alta (1.400m) e separada por uma ondulação rochosa; à frente, do Bananal onde fica a calha escura do rio de mesmo nome; e a sul, de São Domingos, mais baixa (1.200m)

Image-empty-state.png

Cachoeira do Bananal

Cachoeira do Bananal

VK Redação

em

Botumirim

A cachoeira do Bananal é a primeira queda d'água do rio de mesmo nome.
Nascendo no topo da Campina, formação rochosa na serra do Cantagalo,

Image-empty-state.png

Praia do Rio do Peixe

Praia do Rio do Peixe

VK Redação

em

Botumirim

Ao chegar na praia do Rio do Peixe a vista é incrível, a areia surpreendentemente branca,e uma água escura, negra, fruto excesso de sedimento e minerais geram um lindo contraste que se completa com o azul do cé

Image-empty-state.png

Cachoeira Quatro Oitavas

Cachoeira Quatro Oitavas

VK Redação

em

Botumirim

A cachoeira Quatro Oitavas está localizada na propriedade do Sr. Fernando Santiago, cerca de 3 Km da sede do município, faz parte do Rio Noruega e tem aproximadamente 80 m de altura, com várias quedas, o que a torna muito bela...